segunda-feira, 10 de agosto de 2009

~~-~~ Não sei ~~-~~


Não sei ...
se a vida é curta ou longa
mas sei que nada do que vivemos tem sentido,
se não tocamos o coração das pessoas. 

Muitas vezes basta ser:
colo que acolhe,
braço que envolve,
palavra que conforta,
silêncio que respeita,
alegria que contagia,
lágrima que corre,
olhar que acaricia,
amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
é o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela não
seja nem curta, nem longa demais,
mas que seja intensa, verdadeira,
e pura ... enquanto durar ...  

4 comentários:

Adolfo Payés disse...

Sentir tus versos, es maravilloso..

Saludos fraternos
Un abrazo
Besos preciosa..

silvo disse...

piensso que es más bien corta, por eso hay que hacer mucho caso a lo que propones en este precioso poema, merece la pena, um beijo

Alvaro Oliveira disse...

Olá PRINCESNHA

Nunca se sabe se a vida é curta ou longa. Apenas que passa num instante. No entanto esse instante
pode ser longo se soubermos usá-lo
e transformá-lo no colo que nos acolhe, no braço que nos envolve, no silêncio e na alegria, ou mesmo numa lágrima ou mesmo naquele olhar
e na carícia que promove o amor.
Beijinhos

Alvaro

Pensador disse...

A vida é curta demais por isto é preciso, ao encontrarmos nosso amor, agarrá-lo sem temor.
Estando juntos e completos, não ha nada mais que importe. Nossa vida é eterna. Estaremos juntos além da morte.
Te amo!
Beijos carinhosos!