terça-feira, 17 de novembro de 2009

~~º~~ O mar embala o meu coração~~º~~


O mar embala o meu coração
e, bramindo, chama por ti,
me devolvendo a recordação
dos sentimentos que não vivi

Quantos desejos retidos no peito,
quantos beijos colados na boca?
por vezes nem sei porque aceito
ser barco amarrado na tua doca...

Navegar pelo teu corpo seria
a mais bela e nobre aventura,
para que, te sonhando de dia,

te realizasse na noite escura
e, soltando a ténue endofasia,
minha alma enchesse de doçura...

5 comentários:

silvo disse...

Cuantos bellos sentimientos Princesa retenidos, me gusta mucho el poema, um beijo

Castelo de Asgard disse...

Querem abater plátanos centenárias em Colares com a desculpa esfarrapada de "estarem doentes" - é mentira! As Estradas de Portugal só querem mais dois ou três lugares de estacionamento com o apoio de meia dúzia de mentecaptos que se queixam de que "as árvores deixam cair folhas e sujam tudo". Ajude a fazer barulho e a impedir que matem estas árvores. Neste blog há mais pormenores:

http://cidadaniacsc.blogspot.com/

Por favor divulgue!

Luz & Paz

Ariadne

poetaeusou . . . disse...

*
barco colado,
á doca de beijos,
,
conchinhas mareantes,
,
*

Lilá(s) disse...

Também o meu coração o mar embala!
bjs

Alvaro Oliveira disse...

BOA NOITE PRINCESA

MAIS UM BELO SONETO, COLORIDO DE
UM CALOROSO AMOR!
É SEMPRE AGRADÁVEL VISITAR SEUS LINDOS ESPAÇOS, PARA SABOREAR
OS BONS AROMAS DA POESIA.

BEIJINHOS

ALVARO